The art of tripping, documentário definitivo sobre as relações entre arte e drogas psicodélicas, já esteve disponível no YouTube outras vezes – numa delas, muito bem legendado. Quem quiser assistir ao doc idealizado e dirigido por ninguém menos que Storm Thorgerson, um dos cabeças da empresa de design Hipgnosis (a de capa clássicas do Led Zeppelin, Pink Floyd e outros) ainda encontra o filme dividido em dois arquivos no site, mas sem nenhuma legenda.

Vale treinar o inglês ou arrumar alguém que saiba o idioma para ajudar na tradução: é o melhor documentário sobre como o uso de drogas vem afetando a arte desde antes do nascimento da cultura pop. Temas como o uso de ópio por parte de pintores e escritores estão na lista de assuntos, sempre comentados por gente que estuda muito a respeito de arte e drogas: escritores, neurofarmacologistas, parentes de Aldous Huxley (a viúva e o sobrinho do autor de Admirável mundo novo) etc.

Em certos casos, a ausência de escritores que já morreram, como Thomas de Quincey e Edgar Allan Poe, é suprida por atores. Detalhe que o documentário inteiro é feito num prédio, mostrando o vai e vem do elevador e a chegada a salas e andares. Uma curiosidade é que, para pelo menos dar uma ideia básica do uso criativo das drogas, cada tipo de substância mereceu uma iluminação diferente, ou cenários personalizados.

The art of tripping (cuja trilha sonora é de autoria de ninguém menos que David Gilmour, guitarrista do Pink Floyd) já é material oldies: foi exibido em 1993 no Channel 4 (Reino Unido) pela série Without walls, que levava documentários ao canal. Hoje seria uma ousadia transmitir um documentário que mostra que até mesmo as drogas, por mais que sejam um tema cheio de tabus, inspiram forças criativas. Fundamental numa época em que o conservadorismo e o reacionarismo estão no poder.

Pega aí.

Via John Coulthart

Veja também no POP FANTASMA:
– O desenho rejeitado da Hipgnosis para os Red Hot Chili Peppers
Hipgnosis: do Pink Floyd para as revistas de mulher pelada
Mood Sunglasses: um óculos para quem quer viajar sem LSD
– Cegos têm alucinação quando usam LSD?
– Timothy Leary: um LP de discursos sobre LSD em 1966
– LSD, cachorro quente e um sósia do Alf, O ETeimoso: um filme antidrogas de 1969
LSD, o disco – sim, isso existe