Por algum motivo que só o programa Casos de família pode explicar, tão rolando no YouTube alguns vídeos de políticos de gosto duvidoso fazendo discursos de gosto duvidoso ao som de Sweet dreams, dos Eurythmics. Fernando Collor, que acaba de retornar anunciando que é pré-candidato a 2018, ganhou um vídeo em que sua entrevista raivosa dada a Sonia Bridi no Jornal Nacional em 1997 (na qual ele chamou a repórter de “desinformada” e “filhotinha”) está com essa música no BG.

Destaque para o quadro assinado por Romero Britto atrás do político.

O “não renunciarei” do presidente Michel Temer ao som da mesma música.

Fizeram um faz tempo com Geraldo Alckmin.

Aproveite e confira um compacto dos momentos mais terríveis da política brasileira ao som de Bohemian rhapsody, do Queen.

E frases inesquecíveis da presidente Dilma Rousseff ao som de Pumped up kicks, do Foster The People.