De acordo com Rebel Rebel: All the songs of David Bowie from ’64 to ’76, livro escrito por Chris O’Leary, a certidão de nascimento da versão definitiva de Life on Mars? marca a data de 8 de agosto de 1971. Foi o dia em que a canção foi devidamente gravada no Trident Studios, de Londres, com direito a arranjo de cordas escrito pelo talentosíssimo guitarrista Mick Ronson. O popular Ronno decidiu no banheiro do estúdio como cada violino, viola ou violoncelo soaria na gravação.

Não foi só isso que aconteceu no banheiro do Trident – e não estamos falando de atividades fisiológicas e demais funções desempenhadas no espaço. O local tinha também um telefone público, que ficava bem ao lado de uma das salas de gravação. Por causa de uma ligação errada feita para o aparelho, Life on mars? acabou ganhando um barulho de telefone tocando no final.

Tem um barulho de telefone no fim de Life On Mars?, de David Bowie

O ruído aparece BEM baixinho, interrompendo uma das sessões de gravação de piano (tocado por Rick Wakeman) no fim da canção. E acabou sendo incluído na versão que foi para o disco Hunky Dory, de 1971. O próprio Ken Scott, produtor do álbum, conta a história na entrevista abaixo.

Quando o telefone começou a fazer barulho e a soar pelo estúdio, Scott e Mick Ronson foram tentar parar o aparelho – o guitarrista-arranjador ficou tão puto que, mesmo com o tape rolando, começou a soltar xingamentos. Dá para ouvir todos no fim do vídeo acima, com o finalzinho da canção.

Ken, Bowie e Ronno só perceberam que aquilo dava algum caldo quando colocaram as cordas, deixaram o arranjo preenchendo alguns segundos de silêncio no fim da música e depararam com o piano gravado por Wakeman para o final. Acharam que o corte, com os palavrões de Ronson, ficava bastante engraçado.

“Ouvimos e achamos que era bom demais para ser tirado, claro. Só precisamos cortar antes da parte em que Ronson aparecia xingando, porque a BBC jamais tocaria isso”, recordou o produtor.

Via David Bowie News.