Já ouviu falar de heavy metal da Zâmbia? Se você nunca ouviu falar: procure no YouTube bandas que existiam na república africana há quatro décadas, como Ngozi Family (criada pelo guitarrista Paul Ngozi, um dos maiores nomes da cena) e Amanaz, todas dedicadas a unir psicodelia, rock pesado e certa atitude punk. Uma sonoridade que hoje pode ser colocada tranquilamente na gavetinha do stoner rock.

Esse movimento ganhou o nome de zamrock e tratou de mostrar a face roqueira do país africano, durante os anos 1970. E também colocou o continente no mapa do rock (ainda que isso hoje em dia precise ser devidamente valorizado e redescoberto).

A novidade é que a banda goiana The Galo Power acaba de lançar, nas plataformas digitais (e pela Monstro Discos), “Casa do medo”, uma versão em português de “House of fear”, um dos clássicos da banda Ngozi Family – gravada pela banda africana em Nairobi, capital do Quênia, e lançada em 1977 no disco “45.000 volts”. Bruno Gallo, vocalista e guitarrista do grupo, conta que a ideia foi falar um pouco na versão sobre a luta dos africanos contra o Apartheid (segregação explícita entre negros e brancos), que aconteceu na África do Sul entre 1948 e 1994. “No mundo ocidental pouco se fala desse período de forte de segregação racial. É necessário refletir, contestar e resgatar o engajamento no rock. E mais: abraçar a cultura africana, a quem tanto devemos”.

Ouça aí.

Esse é original do Ngozi Family.

E essa é a capa do single.