Deu merda: a youtuber americana Monalisa Perez, que fazia com o namorado Pedro Ruiz o canal de vídeos La Monalisa (e estava grávida do segundo filho do casal), ganhou uma acusação de homicídio doloso após ter atirado no namorado durante um desafio que estava sendo gravado em streaming para seu canal.

Segundo ela, Pedro queria fazer um vídeo para provar que uma pessoa pode ser proteger de um tiro usando um livro duro, de capa grossa. Ela também afirma que Pedro a convenceu a disparar. Na hora da transmissão – que acontecia da casa dos dois, em Minesotta, EUA – a filha do casal, de três anos, estava assistindo a tudo (cerca de trinta espectadores acompanhavam pela internet).

Monalisa, que diz ter tentado fazer Pedro desistir da ideia algumas vezes, usou uma arma Desert Eagle calibre .50, e fez o disparo distante 30 cm de Pedro. Assim que o resgate chegou à cena do crime, ela foi presa. Ela pode chegar a trinta anos de cadeia, se for condenada. Pouco antes de fazer o desafio com Pedro, ela chegou a avisar no Twitter que “provavelmente eu e Pedro estamos prestes a fazer um dos vídeos mais perigosos de todos os tempos. Ideia dele, não minha” (via Publico.PT).

A tia da vítima, Claudia Ruiz, defendeu Monalisa no canal WDAY-TV, afirmando que a ideia do vídeo era aumentar o número de visualizações e seguidores, e que o casal era conhecido por fazer desafios. “Ele queria ter mais visitantes, queria ficar famoso”, disse a tia de Pedro Ruiz, garantindo que “o casal se amava”. “Foi só uma partida que correu mal”, concluiu.