Não fazíamos a menor ideia disso: a musicista experimental Suzanne Ciani, ligada à música eletrônica, lançou disco novo. Só que não é apenas um disco. É uma experiência. Trata-se do primeiro lançamento em formato quadrafônico a sair em pelo menos três décadas.

Live quadraphonic chegou às lojas em 4 de junho e é um kit que vem com LP, mais um decodificador de hardware que permite ouvir o registro em quatro alto-falantes. As quatro caixinhas, você arruma, que o resto Suzanne garante: o tal decodificador foi feito pela empresa australiana Involve Audio. Não tem como arrumar quatro caixas? Se você tiver um home theater com decodificador Dolby Pro Logic II, só escolher a codificação “Music mode”, e tá de boa.

Ficou curioso para conferir Suzanne ao vivaço? Esse show dela em janeiro, na Suécia, foi mostrado para o público em som espacial quadrafônico.

O cara que faz o canal Techmoan, especializado em tecnologia de som antiga, recebeu o disco de Suzanne em casa (ei, cadê o do POP FANTASMA?). E fez um vídeo a respeito.

E vale falar que se você nunca escutou falar de Suzanne, ela é um nome feminino pioneiro não apenas na música eletrônica, como também na construção e no desenvolvimento de instrumentos musicais. Trabalhou por muito tempo com Don Buchla, criador do sintetizador de mesmo nome. Depois montou uma empresa de design de som e fez trilhas para filmes, games e comerciais. É figura fácil na TV americana desde os anos 1970. Em 2017 ganhou um documentário, A life in waves. Olha o trailer aí.

E Suzanne já tinha aparecido aqui no POP FANTASMA. Pega aí.

Via Wired.