No ano passado, num episódio do televisivo RuPaul’s Drag Race, RuPaul, a drag mais famosa do mundo, fez uma revelação que se bobear nem seus maiores fãs desconfiavam: “Há muito tempo, eu tocava numa banda punk chamada Wee Wee Pole. Minhas maiores inspirações eram bandas como B-52’s, ou Wendy O. Williams (Plasmatics) e minha favorita de todos os tempos, que é o Blondie“.

Rapaz, e não é que muita gente sequer devia desconfiar disso? Olha aí ela à frente do Wee Wee Pole cantando “Funky for a honky”(em 1983 no Atlanta’s Club) e “Body heat” (no The Nitery Club, em Atlanta, no que aparentemente foi o primeiro show do grupo). Nesse último vídeo, ela é entrevistada por um cara chamado James Bond, que é apresentador do “American music show”, mitológico programa de TV de estação de acesso público de Atlanta (RuPaul é de lá). O fato foi desenterrado recentemente pelo site Afropunk.

Isso aí é RuPaul em 1984 despedindo-se de seus fãs em Atlanta) e avisando que iria para Nova York. O papo também foi ao ar no “American music show”.

E já que RuPaul era tão fã do B-52’s, deve ter sido uma felicidade para ela, em 1989, fazer uma aparição no clipe de “Love shack”, sucesso da banda. Ela é a drag enorme de cabelo black que aparece lá pra 2:05 no vídeo.