Com patrocínio do diário The Guardian e da BBC, a edição de 1997 do festival de Glastonbury foi o ponto alto do evento nos anos 1990. O evento realizado próximo de Pilton, Somerset, na Inglaterra, teve como headliner ninguém menos que o Radiohead, então em altaça por causa do lançamento de seu terceiro álbum, “Ok computer”, que completa vinte anos em 21 de maio e, em julho, ganha edições em vários formatos, com gravações extras. Numa época em que o brit pop tinha enorme importância mercadológica e o Oasis estava prestes a vender muitos discos com “Be here now”, o Radiohead corria por fora fazendo cabeças com músicas como “Airbag”, “Paranoid android”, “Karma police” e “No surprises”. E uma surpresa (sem trocadilho) que os fãs já podem ir assistindo enquanto o relançamento de “Ok computer” não chega às lojas é justamente a tal aparição do Radiohead em Glastonbury, na transmissão que a BBC levou ao ar na época. Olha aí.

Tem muita gente que considera – e não é exagero – esse show como uma das melhores performances da história do festival, num ano que mesmo tendo sido bacana para o evento, teve lá suas provações. O ano de 1997 foi considerado o ano “da lama” para Glastonbury, por causa de uma chuvarada que transformou a região num pântano. Tanto que o CD com os melhores momentos da edição, lançado com a chancela da BBC (que transmitiu todo o festival) ganhou o nome de “Mud for it”. No disco, o Radiohead aparece tocando “Paranoid android”.