Envolvido hoje numa relação de vai-e-volta com os Smashing Pumpkins, o baterista Jimmy Chamberlin decidiu dar uma arrumação em casa e vender todo o equipamento que usou com a banda. A lojinha do batera inclui mais de duzentas peças utilizadas em estúdio e turnês. Tem kits inteiros de bateria, caixas, pandeirolas, cowbells e etc. Confira tudo aqui.

“Por mais de vinte anos, você acumula muita tralha, e não dá para usar tudo. Esses instrumentos precisam estar fora daqui, sendo utilizados”, justifica o músico, que andou se envolvendo com start-ups, criou um projeto de jazz com o saxofonista Frank Catalano e chegou a voltar aos Pumpkins em novas turnês. O músico também reativou seu projeto “solo” Jimmy Chamberlin Complex, que tinha gravado um disco em 2005 e retornou ano passado com “Paranoia”.

Aí embaixo você confere Jimmy em pessoa falando sobre as peças que está vendendo. Uma raridade é o primeiro kit Yamaha que ele usou após passar a ser patrocinado pela marca em 1991. Ele foi utilizado em várias turnês e no disco “Machina/The machines of God” de 2000. Alguns dos itens vêm com várias anotações feitas pelo músico a mão durante turnês.

E se você não ouviu (ou sequer sabia da existência de) “Paranoia”, do Jimmy Chamberlin Complex, tá aí sua chance.