Já ouviu falar do Iron Reagan? Não é exatamente uma paródia do Iron Maiden, mas pelo teor crítico das letras, serve bem como uma zoação com a memória do 40º presidente dos Estados Unidos, Ronald Reagan. O canal de vídeos Banger.TV fez uma resenha em vídeo do disco mais recente do grupo, o terceiro, “Crossover ministry”, lançado pela Relapse Records. Assista aí (dá para colocar legendas em inglês).

Seguindo a antiga cartilha do crossover que gerou bandas como D.R.I. e a segunda fase dos Ratos de Porão, o Iron Reagan é um projeto paralelo do vocalista e do baixista do Municipal Waste, Tony Foresta e Lan Phil (respectvamente), dedicado à mistura de punk e heavy metal. Ao lado deles, estão um ex-guitarrista do A.N.S., Mark Bronzino, um ex-baterista do Darkest Hour, Ryan Parrish e o baixista do Hellbear, Rob Skotis. O grupo vem dando bastante trabalho para Foresta, como o próprio confessou numa entrevista de 2012, quando lançavam o disco “The tyranny of will”. Nessa época, o músico, sem largar seus compromissos com o Municipal Waste de lado, chegou a ficar oito meses na estrada com o Iron Reagan, que no inícioo era para ser apenas um projeto paralelo, mas cresceu bastante. “Não é cansativo, mas tem hora que é confuiso. Nem achava que o Iron Reagan fosse decolar dessa forma. Mas tem um monte de coisas com as quais temos que lidar agora, nem era o que planejamos”.

Como é comum em bandas de crossover, o Iron Regana tem paixão pela ironia, pelo politicamente incorreto e por letras curtas e grossas – no disco novo tem “More war” (cuja letra diz “mais guerra, mais guerra/vamos fazer mais armas…?é agora/você morre, a gente vive”), “Fuck the neighbors”, “Blatant violence”, várias. Teve mais em “The tyranny of will”, como “Your kid’s an asshole”, feita por Foresta após passar algumas horas num voo ao lado de um casal francês que deixava os filhos berrarem o tempo todo e andarem pelo corredor da aeronave fazendo merda. Teve também “Eyeball gore”, “hit” do disco, com um lyric video brutal, cheio de imagens roubadas do YouTube – e, combinando com o título da música, algumas delas trazial globos oculares sendo arrancados.”Estranho que o YouTube não tenha tirado do ar”, disse Foresta no papo com a Noisey. “Se tivesse seios em vez de globos oculares empalados, teria sido banido um segundo depois do upload”.

Veja por sua conta e risco.

E aqui você ouve “Crossover ministry”. Bom dia!