Quem lembra é Vital Cavalcante, na indispensável comunidade 90Under, do Facebook. Em 1991, ano em que o DeFalla retornou como power trio (Edu K na voz e na guitarra, Flávio Santos no baixo e Castor Daudt na bateria) e gravou o podríssimo We give a shit, a banda sofreu mais uma transmutação.

Numa época em que nem mesmo o Red Hot Chili Peppers ainda era tão popular no Brasil, o DeFalla ressurgiu virado em grupo de funk-hardcore-rap-metal, bem antes desse tipo de crossover virar moda por aqui. Vieram inclusive ao Rio dar dois shows (um no Garage, na Praça da Bandeira, e outro no Tutti-Frutti, em Duque de Caxias) em que mostraram a nova fase aos fãs, e dividiram opiniões. No caso do Tutti-Frutti, encararam um público formado exclusivamente por bangers radicais, que detestaram a apresentação, ofenderam os músicos e quase saíram na porrada com o grupo. Na época, o DeFalla já nem era mais um trio: haviam evoluído para quarteto, com Marcelo Fornazzier na guitarra.

Um fragmento dessa maluquice já foi devidamente digitalizado pelo Vital e está no YouTube: a banda tocando Shake the headquake, música que estava na demo Megablasts from hell, gravada pela banda em 1991 já com a cabeça no metal e os pés no funk, adiantando o som que eles estariam fazendo a partir de 1992.

Edu K, bastante vaiado pelo público, discursa para a plateia. “Eu esperava encontrar um monte de satan ghost la no Garage, no Rio, mas aconteceu exatamente o contrário. A gente encontrou um monte de pessoas que curte funk e hardcore juntos, curtem crossover. É a musica do futuro, quem não abrir os olhos tá morto. O que é mais incrível é que eu pensei que aqui eu ia encontrar um pessoal que gostava de funk, mas foi exatamente o contrário. Mas foda-se”, disse, antes de chamar para o pau um “fã” que o ofendia.

O papo sobre a gravação do Tutti-Frutti andou rendendo na 90Under. Olha aí.

DeFalla em 1991 em Duque de Caxias: "Hardcore-funk é a música do futuro, quem não abrir os olhos tá morto" DeFalla em 1991 em Duque de Caxias: "Hardcore-funk é a música do futuro, quem não abrir os olhos tá morto" DeFalla em 1991 em Duque de Caxias: "Hardcore-funk é a música do futuro, quem não abrir os olhos tá morto"

A demo Megablasts from hell inteira aí.