Will Reeve, 25 anos, não teve uma vida das mais fáceis. Seu pai passou um bom tempo tetraplégico, após um acidente de cavalo, e morreu em 2004. Sua mãe, morreu dois anos depois, de câncer no pulmão. Ele acabou sendo adotado por um amigo de família, morto em 2014.

Dando nomes a todos: Will é filho do ator Christopher Reeve, lembrado até hoje como o Superman da série de quatro filmes feita após 1978, e da atriz e ativista Dana Reeve. O pai adotivo é Robin Williams.

Start your Father's Day with a story. Sunday, 9am ET on @espn, an @espne60 story worth your time, I promise.

A post shared by Will Reeve (@willreeve_) on

Com um monte de gente famosa em sua família, Will não teria como não chamar a atenção de alguma forma. Atuou em alguns filmes e, em 2016, virou repórter do SportsCenter da ESPN. Num papo com a People, chegou a falar que os esportes sempre foram um ponto de união forte entre ele e seu pai.

Squad. #thelastjedi

A post shared by Will Reeve (@willreeve_) on

Pouco antes de morrer, Christopher montou a Fundação Christopher Reeve, para apoiar a pesquisa sobre o tratamento de lesões na coluna vertebral. Após a morte de Dana, a organização mudou de nome para Christopher & Dana Reeve. Em 17 de novembro, aconteceu um jantar de gala da fundação, com as presenças de vários atores. Will esteve por lá, falou do amor que sentia pelos pais e de tudo que aprendeu com eles. Foi lá que muita gente prestou atenção nele.

Will usa sua conta no Instagram para divulgar projetos pessoais, lembrar dos pais e falar de seu trabalho junto da Fundação, da qual é um dos diretores. O site Viral Thread falou dele e notou que ele tem o mesmo aspecto e a mesma, digamos, vivência de super-herói do pai.

De acordo com seu site, a Fundação Christoper & Dana Reeve “é dedicada a curar lesões da medula espinhal financiando pesquisas inovadoras e melhorando a qualidade de vida das pessoas que vivem com paralisia através de bolsas, informações e advocacia”. E “oferece uma fonte de apoio informacional gratuita, abrangente e nacional para indivíduos que vivem com paralisia e seus cuidadores”.

We are thankful for having such an amazing community. Have a wonderful and 'filling' #Thanksgiving!

A post shared by Reeve Foundation (@reevefoundation) on