O site Open Culture mostrou a parte isolada de guitarra de Eric Clapton no clássico While my guitar gently weeps, dos Beatles, lançado pela banda no cinquentão Álbum branco (1968). A música foi gravada pela banda entre 5 e 6 de setembro de 1968.

Até aquele momento, George Harrison, o autor da música, tinha feito várias tentativas de gravar a canção. Gravou a demo (que está no disco Anthology 3) com uma guitarra acústica Gibson J-200, incluindo um overdub de harmônio. Em 16 de agosto daquele ano, gravando com os Beatles pela primeira vez em oito canais, experimentou com um solo de guitarra ao contrário, como o que ele havia feito em I’m only sleeping, do disco Revolver (1966). Não ficou satisfeito.

Em 5 de setembro, os Beatles voltaram a mexer na música – agora novamente com Ringo Starr, que havia saído da banda por alguns dias, de volta à bateria. Ainda assim, Harrison deixou o estúdio da EMI crente que seus colegas não estavam dando o máximo.

No dia seguinte, Harrison bateu um papo com o amigo Eric Clapton e pediu a ele que tocasse na música. O guitarrista não estava convencido de que poderia tocar no álbum, como Harrison falou em 1987 numa reportagem da Guitar Player – deixando claro também que não estava com a autoestima caída ao decidir que precisava de ajuda.

“Não, meu ego preferiria que Eric tocasse. Trabalhei nessa música com John, Paul e Ringo um dia, e eles não estavam interessados ​​nela. E eu sabia internamente que era uma música legal. No dia seguinte eu estava com Eric, e eu estava indo para a sessão, e eu disse: ‘Nós vamos fazer essa música. Vamos lá e toque nela’. Ele disse: ‘Oh, não. Eu não posso fazer isso. Ninguém toca nos discos dos Beatles’. Eu disse: ‘Olha, é minha música, e eu quero que você toque nela'”, contou George Harrison.

Ao topar, Clapton tocou na música uma Gibson Les Paul de 1957 que tinha dado de presente a Harrison – que a apelidara de Lucy. Ouve só ele tocando aí.

Já esse é o original.