Se você nunca imaginou ver o que acontece com uma pessoa que está sujeita a ventos de 457 milhas por hora, ou nunca sequer pensou sobre o assunto, tá aí. Em 1947 o Centro de Pesquisas da Nasa levou um sujeito para um túnel e soltou uma ventania violenta na cara dele, que ia aumentando a cada momento. E filmaram a situação. Era um teste para ver o quão a salvo estariam seus pilotos após danos em suas cabines.