Se você chegar para um (a) grande entendedor (a) de toca-discos e elogiar uma, er, vitrola da marca Crosley, é capaz de apanhar, ou da pessoa sair correndo. Muita gente reclama de problemas de manutenção, da qualidade do material, das agulhas, etc. Mas que os produtos são bem bonitos e interessantes, sem dúvidas. Olha só esse micro-toca-discos deles.

É o Crosley Revolution Portable Turntable, que no Amazon.com custa uma média de US$ 110,49 (dá R$ 354 e uns quebrados). Ele tem porta USB, converte vinis para formato digital, tem  saída pra fone e caixa acústica. E aparentemente pode ser levado na mochila para qualquer canto que você puder imaginar. Temos mais imagens.

Uma vitrola quase "de bolso" da Crosley - e aí, vai comprar? Uma vitrola quase "de bolso" da Crosley - e aí, vai comprar? Uma vitrola quase "de bolso" da Crosley - e aí, vai comprar?

Os problemas são:
  • Muita gente, como você viu no link lááá de cima, fala mal desse tipo de equipamento
  • Parece que só tem uma no estoque da Amazon e não vendem pro Brasil – corra para comprar e peça a algum amigo que esteja viajando.

O amigo Mario Dias, do blog de cinema Filmose, chamou a atenção da gente pra esse toca-discos.

(mais utilidades aqui).