O site Pequenos Clássicos Perdidos está contando a história resumida do selo Sub Pop, responsável por lançar os primeiros discos de bandas como Nirvana, Soundgarden, Mudhoney e várias outras. Para quem não sabia, a história toda começou com um fanzine chamado Subterranean Pop, dirigido pelo mesmo Bruce Pavitt que lançaria o selo.

Um site tá contando a história resumida da Sub Pop

“No final dos 70’s Bruce Pavitt, um dos fundadores do selo, era estudante na cidade de Olympia, capital de Washington, quando começou a escrever um fanzine chamado Subterranean Pop (depois rebatizado Sub/Pop e finalmente Sub Pop), especializado em gravadoras independentes da terra do tio Sam.
Como vinha se tornando profundo conhecedor do assunto, Pavitt começou a gravar fitas cassete com as bandas sobre as quais escrevia para o zine, isso já por volta de 1981. No ano seguinte ele fez a primeira compilação ‘oficial’ da Sub Pop, a fitinha chamada Sub Pop #5, que vendeu incríveis 2 mil cópias e – provavelmente – deu gás para que ele continuasse com a ideia quando se mudou de Olympia para Seattle, onde em 1986 lançaria o primeiro disco de seu selo. Mas isso é história para outro dia.
Hoje a gente compartilha aqui no PCP o tal primeiro cassete oficial da Sub Pop, com 22 canções de 22 bandas absolutamente desconhecidas, diretamente do submundo roqueiro dos EUA de trinta e tantos anos atrás (Spy vs. Spy e Men at work são duas músicas, não os grupos toscos de mesmo nome)”.

Confira e ouça a fitinha digitalizada aqui. Ela ainda tem uma música da breve carreira de Pavitt como cantor e compositor, Debbie.