Muitas vidas foram mudadas por “Star wars” – entre elas, as de três garotos de Whitinsville, Massachusetts. Jim Jongsma, John Jongsma e Gary Baker assistiram ao filme no White City Cinema, em Worcester, em 1977, e ficaram tão fascinados que decidiram fazer sua própria homenagem. Os dois irmãos Jongsma e o amigo Gary ficaram TRÊS anos usando duas câmeras Super 8 e aproveitando um orçamento nada nababesco de mil dólares para fazer sua própriam refilmagem de “Star wars” (e vale citar que o original foi financiado pela 20th Century Fox, com US$ 8 milhões para gastar).

September 1977 – Brand new cardboard Artoo Detoo!

Publicado por Star Wars Remake – a Jongsma | Baker Film em Quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Não foi só isso: o trio montou figurinos e vestimentas com papelão e fita adesiva, trabalhando no porão de casa. Arranharam celuloide para conseguir efeitos especiais. E poderiam ter se f… MUITO TRAGICAMENTE durante as filmagens, já que usaram pólvora de verdade na hora de produzir efeitos de tiro. “Numa noite, pegamos uma bola de borracha que estava pintada como a Estrela da Morte. Deixamos a bola pendurada num poste, usando uma corda de pesca. Botamos um foguete na parte de trás da bola e filmamos. Isso acordou a vizinhança toda!”, contou Jim Jongsma na Star Wars Celebration mês passado, quando o trio exibiu publicamente (pela primeira vez!) sua releitura de 80 minutos do filme.

E agora, o trio jogou no YouTube não apenas o filme (em duas partes) como um documentário sobre sua produção. Confira aí! (curiosidade: os irmãos Jongsma continuaram construindo dróides e depois passaram a fazer parte da R2 Builders Club, que forneceu adereços de droide até para a própria Lucas Film, do diretor de “Star wars”, George Lucas).

Via Mashable