Vídeos do Rip Rig + Panic, banda de pós-punk e no wave que Neneh Cherry teve antes da fama já entraram e saíram do YouTube. Um deles é esse vídeo do grupo, gravado em Tókio em 1983, no qual o pai da cantora, o trompetista Don Cherry, sobe no palco com eles e toca diversos tipos de percussão. Já esteve no site de vídeos algumas vezes e voltou ano passado – se curtir o som, pegue logo de lá.

Se você não sabia desse histórico de Neneh Cherry com o punk rock, ela volta e meia fala desse seu passado em entrevistas. Em 2012, ao tocar no Festival de Montreux, deu uma entrevista em que definia seu som da época como punk jazz, e disse que muito do que estava fazendo lhe lembrava a energia do Rip Rig. Uma banda que, de fato, fazia parte de uma turma que já chegou no mercado disposta a contestar a caretice do próprio punk. Era aquela galera que volta e meia ganha adjetivos como new wave, no-wave, avant-funk etc.

Para se ter uma ideia, o grupo foi fundado por dois músicos (o baterista Bruce Smith e o guitarrista e saxofonista Gareth Sage) que vinham do Pop Group. Era o grupo desse disco aí, Y, lançado em 1979.

Apesar do nome da banda, não se tratava de um som dos mais palatáveis para quem curtia sons fáceis: os caras misturavam punk, reggae, dub, letras políticas e free jazz. Um outro ex-Pop Group entrou depois, o pianista Mark Springer. E depois entrou Neneh Cherry. O grupo gravou três discos, God (1981), I am cold (1982) e Attitude (1983). E mais um outro com nome mudado para Float Up CP, Kill me in the morning (1985).

Olha eles aí numa sessão no programa do saudoso John Peel. Repertório: Symphony in Dave’s flat, A grand grin and a shaky smile please Mr Barman e Pullover no sox.

Olha eles aí fazendo a maior bagunça na sitcom britânica The young ones, em 1982, tocando o single You’re my kind of climate.

E se você viu os vídeos acima com atenção, reparou que havia outra cantora na banda além de Neneh. Era Andrea Oliver, amiga de infância da frontwoman do Rip Rig. Andi, como é mais conhecida, cantou em outras bandas, mas acabou indo para outros caminhos: virou apresentadora de TV e rádio, e chef de cozinha. Em 2007, ela e Neneh apresentaram um programa de cozinha chamado Neneh and Andi dish it up na BBC 2.

Pauta roubada do nosso amigo Felipe Fela Montparnasse