Em 1978, o cantor, compositor, ator e pastor Ron Hamilton descobriu que tinha câncer no olho esquerdo. Após fazer algumas operações, precisou extrair a vista atingida, e passou a usar um tapa-olho enquanto se recuperava da cirurgia.

Digamos que a ideia pode parecer BEM maluca, mas foi boa: Ron, convencido de que enquanto durasse o período de recuperação, ouviria crianças apontando para seu rosto e falando “mãe, olha ali o pirata”, decidiu criar um personagem que era um pirata de verdade, só que ligado a Jesus Cristo e ao trabalho de evangelização. Foi nessa que surgiu Patch The Pirate, que já rendeu músicas, discos, programas de TV, shows e eventos. E vem durando até hoje. No ano passado, Ron gravou o disco Time twisters.

Abaixo, você confere Patch The Pirate no disco Goes to space, de 1980, ensinando as crianças a serem mais obedientes e, assim, mostrarem sua fé em Deus. O disco trazia personagens simpáticos como o Pirata Elfo, O Trio Ostra e Marciano Marvin e sua Salsicha Voadora (!).

Olha a capa aí.

Patch The Pirate: sim, existe um pirata de Cristo, que grava discos infantis
Há dois anos saiu um disco chamado Operation arctic: Viking invasion. O comercial que foi pro YouTube previa desgraças na vida dos pais que saíssem em viagem com os filhos e esquecessem de levar uma cópia.