O site The Dowsers, especializado em playlists, fez uma lista com as alegadas “músicas mais perturbadoras de todos os tempos”. Em sua própria opinião, é claro.

O cara que escreveu o texto, Stuart Berman, tem uma relação de medo e respeito (e atração) com Revolution 9, dos Beatles. Faz uma leitura bastante assustadora da música (assustadora até demais, em minha opinião) e lembra que evitava escutar a canção, porque ela lhe dava sensação de náusea. Ela encabeça a lista, que traz ainda coisas REALMENTE medonhas, como Frankie teardrop, do Suicide, Annalise, do Public Image Ltd., e The kids, de Lou Reed.

Por outro lado, 1970, dos Stooges, não é tão medonha assim (pô, cadê L.A. Blues e seus berros que lembram possessão demoníaca?).

Black Sabbath, do Black Sabbath, cadê? Eles preferiram colocar Hand of doom, que de assustadora não tem nada. E desde quando In a gadda-da-vida, do Iron Butterfly, é medonho? Ouça aí e tire suas próprias conclusões.