Em 1986, a MTV não viu problemas em aproveitar como apresentador e entrevistador um sujeito que: 1) falava enrolado, baixo, com voz grave e quase mastigando as palavras; 2) usava óculos escuros enormes; 3) logo numa das primeiras entrevistas que fez, só faltou encher o entrevistado de porrada. Enfim, teve aquela vez em que o apresentador do tradicional 120 minutes foi Lou Reed.

Olha ele aí apresentando o clipe de E=MC2, do Big Audio Dynamite.

Tem coisa mais complexa abaixo. Botaram Lou para imprensar ninguém menos que Mark Josephson, um dos criadores do New Music Seminar, painel de música que serviu de modelo para vários music conferences ao redor do mundo, reunindo bandas, novos artistas, CEOs de gravadoras, gente de mídia, etc.

O evento, realizado a partir de 1980, vinha enfrentando críticas: acusavam os organizadores de comercializá-lo rapidamente e de centrar investimentos em nomões da música e protegidos da mídia em geral. Lou reclama veementente da presença do produtor (e doorman do clube Palladium) Haoui Montaug como diretor de debates. Queixa-se (quase sem deixar Josephson falar) dos painéis do evento e diz que preferia alguém que entendesse de música cuidando dos debates.

As coisas começam a ficar mais fofinhas abaixo. Lou tira os óculos escuros e entrevista Suzanne Vega, que estava se lançando no mercado pop, fazendo “um revival do folk”, como ele mesmo coloca. Lou elogia bastante Suzanne e seu trabalho, e a cantora fica bastante tímida.

Link enviado por Carolina Landi