O sangue devia ser de chocolate ou de ketchup. Ou sei lá. Em 1969, o roqueiro francês Johnny Hallyday (1943-2017) decidiu incrementar seu show no Paris Sports Palace incluindo uma luta de boxe de mentirinha.

Johnny Hallyday tomando porrada no palco, num show em 1969

O cantor, que vinha de trabalhos com Mick Jones (guitarrista de bandas como Foreigner e Spooky Tooth, nada a ver com o guitarrista e cantor do Clash) e Jimmy Page, apanhou que nem boi ladrão. O British Pathé fez um filme com a sessão fake de porradas mas preferiu não levá-lo aos cinemas. Olha aí.

No YouTube tem um filme com alguns minutos a mais, com som e com imagens meio cagadas. Vale o complemento.

Aparentemente, o show de Johnny era uma mistura de psicodelia, desbunde para caretas, circo freak e esquetes dos Trapalhões. Olha aí ele em ação cantando no tal show do Paris Sports Palace, dividindo o palco com faquires, engolidores de fogo e dançarinas. Maravilhoso.

Aliás, pega aí o show inteiro.