Uma das meninas entrevistadas para Groupies, documentário de 1970 dirigido por Ron Dorfman e Peter Nevard, tenta resumir qual era a graça da situação. “Conhecer os rapazes mais bonitos, fumar a melhor erva e estar com as pessoas mais louconas. É só diversão”. Outra dá um lado mais dramático da história. “Estar com os rockstars me faz sentir superior, embora eu não tenha um pau”. Alguém subiu a íntegra desse filme (bem confuso e mal dirigido, mas bastante revelador) para o YouTube, com legendas automáticas.

Servindo hoje como o retrato de um tempo em que a música “para jovens” era basicamente o rock, Groupies é bem sincero ao mostrar o que movia meninas (adolescentes, na maioria dos casos) que corriam atrás de roqueiros nos anos 1960 e 1970. Uma cena à parte no universo roqueiro, groupies como Pamela des Barres, Cynthia Plaster Caster e Andrea Whips dão seus depoimentos. Algumas não veem problemas em se deixarem filmar usando (ou sob o efeito de) drogas. Cynthia fala abertamente sobre os moldes de gesso que fazia dos pênis de roqueiros – não era exatamente uma novidade, já que o assunto pintara num dos primeiros números da Rolling Stone.

O dia a dia maluco das groupies num documentário de 1970

Nomes como Spooky Tooth, Joe Cocker e Ten Years After também dão depoimentos sobre o assunto e aparecem tocando. O filme tem várias cenas captadas em pontos conhecidos de shows nos Estados Unidos, e tem cenas de uma festinha íntima com groupies peladas, que poderia estar no bizarro Cocksucker blues, filme-verdade sobre a turnê 1972 dos Rolling Stones. Num momento dramático do filme, uma groupie adolescente chamada Iris, que segue o Ten Years After, é destratada ao telefone pelo pai, que ameaça matá-la.

O pouco acesso a artistas topo de linha determinou algumas das escolhas dos diretores. Um dos entrevistados é ninguém menos que Terry Reid, o-cara-que-não-topou-ser-vocalista-do Led Zeppelin – e que vinha cuidando de uma boa, mas inconstante carreira solo. Numa das cenas com Reid, é revelado que em Los Angeles havia uma pouco citada cena de groupies masculinos.

Um desses garotos, Chas, vai ao camarim do cantor implorar sua atenção. O fã está totalmente drogado e mal consegue ficar de pé. Reid foge batido da cena enquanto seu baterista Keith Webb tenta contemporizar. Não é uma cena das mais bacanas de assistir, com Chas se oferecendo para transar com Reid, Webb dizendo que “na Inglaterra não se faz dessas coisas” e groupies rindo do garoto.  No final, alguns minutos de diálogo entre a supergroupie Cynthia Plaster Caster e o bigodudo Roy Michaels, baixista do Cat Mother And The All Night Newsboys, banda que na época estava no segundo disco e não chegou a estourar de verdade.