Existe uma fita com uma gravação que reúne o Devo, David Bowie, Brian Eno e Holger Czukay, do Can. Essa turma do barulho se encontrou em meio às gravações do primeiro disco do Devo, Q: Are we not men?, A: We are Devo! (1978). O disco foi gravado em Colônia, na Alemanha, no estúdio do produtor Conny Plank. Eno produziu o disco com ajuda de Bowie, que na época morava em Berlim e filmava Apenas um gigolô.

A info foi divulgada pelo site Dangerous Minds. Quem falou sobre a gravação foi justamente um dos fundadores do Devo, Mark Mothersbaugh, durante o evento Songs Stories: Bowie, na Sonos Store, em Manhattan. Mark não explicou o que deve ser feito com o material. “Ainda nem escutei, acabei de encontrar a fita”, contou ele, que dividiu o palco no evento com Meredith Graves (Perfect Pussy), o fotógrafo Mick Rock, Nikki Sixx (Mötley Crüe) e o moderador Rob Sheffield. A ideia era que cada um contasse uma história sobre Bowie e a emparelhasse com uma música do artista.

Mark contou também que a banda conseguiu contrato com a Warner (e a produção de Eno) por causa da influência de Bowie. “Ele chegou na gente após um show no Max’s Kansas City e disse que adoraria nos produzir. Dissemos que não tínhamos nem contrato e ele: ‘Nem se preocupem, vou pagar por isso'”, contou.

Aliás, olha aí um papo de 50 minutos com Mark em que, entre outras coisas, ele fala de Bowie.

Falando no Devo, já viu o que eles estão lançando? Devo: The brand/Devo: Unmasked é um livro de 300 páginas com fotos raríssimas da banda, incluindo até imagens de infância dos integrantes.