É, exatamente o que diz o título do texto. O artista plástico nova-iorquino Rutherford Chang coleciona cópias, em quaisquer condições que estejam, da primeira prensagem do Álbum branco dos Beatles (1968). Em 2013 ele fez uma exposição com os discos que já tinha conseguido acumular. A última contagem indica 1.904 cópias.

Ele também criou uma conta no Instagram, na qual põe as capas das cópias. É bem mais interessante que a página A mesma foto do Faustão feliz todo dia.

Agora o que interessa é que Chang tocou cem lados A do disco (de Back in the USSR até Happiness is a warm gun), mixou e jogou numa só faixa. Se você nunca ouviu cem vezes a mesma música AO MESMO TEMPO, pega aí.