Nos anos 1980, o hoje tão desvalorizado CD era tido como a maior maravilha do mercado fonográfico. Mas ainda havia desconhecimento a respeito do produto. Tanto que as pessoas acreditam que os disquinhos prateados não estragavam, que podiam ser arranhados que não tinha problema, que não havia necessidade de se preocupar com marcas de dedo, etc.

Muito dessa informação tá nesse vídeo do programa Tomorrow’s world, da BBC, de 1981. Como na época, o principal era que vinis quebravam e arranhavam, e o CD (tendo qualidade sonora superior ou não) prometia maior durabilidade, o apresentador fazia uma demonstração do disquinho. Era útil, embora partisse desse princípio errado de que dava pra tratar o disco mal que não tinha problema (“não é preciso se preocupar com marcas de dedo ou arranhões”, etc).

Para fãs de maluquices e nerdices pop, o vídeo abaixo sempre será lembrado pelo fato de que comparou as versões disquinho e discão de Living eyes, disco de 1981 dos Bee Gees – cujo lançamento em CD foi feito especialmente para ser mostrado nesse programa e nem chegou a ser colocado nas lojas na época.