Quem se interessa por aviação conhece o dirigível Airlander 10, fabricado e desenvolvido pela empresa britânica Hybrid Air Vehicles, especializada em dirigíveis híbridos. Autodefinido como “a maior aeronave atualmente em vôo”, ele combina “as melhores características de aeronaves e helicópteros de asa fixa com tecnologia mais leve do que o ar, para criar uma nova geração de aeronaves hiper-eficientes. Pode permanecer no ar por até cinco dias por vez”. É o que diz o próprio site da Hybrid Air.

Olha ele aí em ação.

“O Airlander 10 é sustentado pelas numerosas patentes da empresa investidas em todo o mundo. Da mais recente tecnologia de materiais, aos efeitos aerodinâmicos de sua forma, a aeronave está cheia de inovação. Não há estrutura interna no Airlander – ele mantém sua forma devido à estabilização da pressão do hélio dentro do casco e ao material Vectran inteligente e forte do qual é feito”.

Agora, precisamos admitir. Essa nave, vista de um determinado ângulo, lembra uma bunda.

Airlander 10: o avião que tem um bundão

E a tecnologia envolvida é o que menos está contando para as pessoas falarem dela na web.

Airlander 10: o avião que tem um bundão
Airlander 10: o avião que tem um bundão
“Estou surpreso com o fato de não terem colocado o logotipo num lugar mais delicado”