Não adianta comprar um disquinho desses e achar que vai tocar no seu toca-discos. O 8ban é um formato de disco de vinil lançado no Japão em 2004, cujos compactinhos têm apenas oito centímetros (!) e três polegadas. Foi lançado por uma empresa chamada Ban Dai e ficou um ano no mercado, se tanto.

Para escutar os discos, você precisava de uma vitrolinha especial lançada pela marca. Sim, parece uma vitrola de brinquedo. E é – já que mal dá pra extrair um som profissional de um aparelheco desses.


O canal de tecnologia retrô Techmoan pegou um aparelho desses para conferir como funcionava. O bicho usa quatro pilhas pequenas (deve consumir a energia de todas elas) e tem caixas acústicas minúsculas. Chegou a sair uma série de singles de artistas no formatinho, não apenas de nomes do Japão. Um coleção de disquinhos mostrada pelo apresentador do Techmoan inclui até compactos de Joan Collins e Ben E. King.

O que muita gente sequer lembra é que o formato, por uma gota, não esteve restrito apenas ao Japão. Entre 2005 e 2006, os White Stripes mandaram distribuir uns quinhentos aparelhos desses como peças de merchan para a turnê do disco Get behind me satan, de 2005. E relançaram seis singles no formatinho: Hotel Yorba, Dead leaves and the dirty ground, Fell in love with a girl, Seven nation army, The hardest button to button e Blue orchid.

O compacto de oito centímetros, claro, não toca num toca-discos normal. Para chegar o mais próximo possível de um resultado “profissional”, o cara do Techmoan usa a vitrola “de bolso” da Crosley e consegue fazer uma execução de um dos singles. Confira aí.